26 de jun de 2009

"A idade do homem" (by RM)

"Decididamente, minha querida Aninhas, as nossas opiniões divergem sempre que se trata da melhor idade do homem - que, por seu turno, filosofa sobre a melhor idade da mulher... Tu preferes o entusiasmo, o entrain dos 25 anos; eu opto, sem hesitar, pela calma, pelo raffinement dos 40. Não me refiro, certamente, aos quarenta anos apoplécticos de teu tio Gaspar, nem às quarenta e cinco mirradas primaveras de teu padrinho Luiz - como, sem dúvida, tu não pretendes exemplificar a tua preferência, apontando-me certos rapazes-velhos a que a doença física ou moral rouba a frescura, a vivacidade do corpo ou da alma.

Os homens não são apenas maus e péssimos, como já alguém disse - porque também os há bons. Poucos, é certo - e tão poucos que nem tu nem eu conhecemos um só!... Mas, enfim, há-os. E se aos 25 anos o homem é bom e generoso, aos quarenta a sua bondade e a sua generosidade, fertilizadas pela experiência da vida, pelo conhecimento e pela compreensão da dor humana, muito mais se desenvolveram e frutificaram.

Se é tolo, as lições da vida ter-lhe-hão atenuado muito ou pouco, a primitiva estultice e, seja como for, vale com certeza mais do que antes; se é espirituoso, a sua verve, ilustrada pela prática do mundo e pela observação dos fatos, terá adquirido mais finura e maior maleabilidade.

Se é amoroso - de largo proveito lhe terá sido uma mocidade vivida em honra de Eras e mais amplos se tornam os seus talentos de galanteador. Quando mau, é possível que os anos lhe tenham quebrado os ímpetos ruins e, quando péssimo, ficará apenas mau. Assim, querida Aninhas, em minha opinião, os homens de 40 anos, são, em todos os casos, preferíveis aos de vinte e cinco, a idade ingrata de Adão..."


Diana de Liz* (Lisboa, 1924?)

"Cartas Femininas" in Memórias duma Mulher da Época. Guimarães e Cia Editores - Lisboa (Livro póstumo, sem indicação de edição e ano de publicação).

(*) Diana de Liz é pseudônimo da escritora portuguesa Maria Eugénia Haas Costa Ramos (1892 - 1927). Suas obras só foram publicadas postumamente.

18 comentários:

Flavio Ferrari disse...

Cara, se você acha que o homem fica bom aos 40, espere até chegar aos 49 ... fica muito melhor.

Ava disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ava disse...

Acho que quem pode opinar somos nós...rs as mulheres!!!

E sou obrigada a concordar com vc rm, nesse belo texto de Diana de Liz...

A maturidade, a capacidade de seduzir, de ser encantador, de um homem de quarenta anos, ou mais, dá a esse homem, vantagens anos luz de qualquer jovem mancebo.... uma segurança e sabedoria, que transcende qualquer ensinamento...

Portanto, tanto vc quanto O Flávio estão no

rm disse...

Flávio,
eu não acho nada, caboclo! Quem acha, ou achava, era a autora do texto... rss

Ava,
sim; vocês é que podem falar, embora algumas tenham opinião diferente da sua e nos achem, a mim e ao Flávio, por exemplo, velharias... rss

Érica Martinez disse...

ah não... o "entrain" dos 25 dá um trabalho.................

rm disse...

Érica,
então os de 50 dão trabalho em dobro, não? rss

Ava disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ava disse...

rm, impossível não fazer uma analogia com a enologia...rsrsrs


"Lembre-se de que os vinhos jovens (engarrafados recentemente) devem ser abertos uma ou duas horas antes de serem servidos, para que oxigenem, o que melhorará sensivelmente o seu sabor. Já um vinho mais antigo deve ser aberto na hora de servir, pois ele já foi suficientemente oxigenado durante os anos de envelhecimento."


Nada como um bom vinho de uma safra antiga...rsrs


Beijos

Tetê disse...

Érrinho,

independe de idade,
o cara quando é bom, é bom desde sempre,
em contrapartida...
traste?!! ahh... traste vida toda!!


Quanto aos vinhos da Avinha, ah, bom...
isso não dá pra contestar!!



Bjus!!!

rm disse...

Ava,
como seria a analogia com a tequila? rss

Tê,
então você discorda frontalmente da Diana. É isso?

Cora disse...

OI, Gatão da Meia Idade! rs

Ava disse...

rsrsrs....

Bem, tequila é fogo, é paixão, é incendiária...
Nesse caso específico, não sei...rs
Mas posso te garantir que nenhum mancebo aguetaria uma noite regada a tequila...rs

Um quarentão ou cinquentão sim... Já estão "curtidos"...rsrsrs





PS: Isso para que gosta de tequila...rs

Tetê disse...

ÉErree!!

Claro!!

Além do mais, estou aqui revendo alguns critérios...

Homens jovens, homens novos,
pouco importa,
a essência é a mesma...
não formaliza a idade o caráter!


bjjj

rm disse...

Cora,
oi!

Ava,
fico imaginando que um eventual problema seja quarentões ou cinquentões curtidos demais... rss

Tê,
quer dizer que vai ter gente, aí na confraria, que morrer um "traste"? rss

Ava disse...

rm...

Postei hoje as 19,20 hs... não me lembro a hora exata...rs

Estava, sem nehuma grama de tequila no sanque...rsrsr

Estava embriagada sim, pelo inebriante sentimento da paixão...rsrsrsrsrsr

Putz, ninguém merece isso de madrugada!

Agora, bem... é melhor deixar para amanhã...rs

Ainda sou adepta da velha frase:

"Rir é o melhor remédio..."rs


Beijos!

Tetê disse...

É ÉrrreeeeEEEEEEEEE!!

Uma vez traste aos 15, 20, ahhh... traste aos 60, 70!

É carma!
Traste vida toda!!!

[rssss]

Robson disse...

Fiz 44 e sém dúvidas me sinto bem melhor hoje em todos os quesitos do que aos 24... Acho que o amdurecimento faz uma diferença absurda até pra se sentir jovem...
Burrice e imaturidade envelhecem.
Bjo

Cristina disse...

Tenho plena convicção que a experiência de um homem de 40 anos é maravilhosa, no entanto isso varia do que a mulher quer no momento da vida sexual...Quando eu tinha 25 a 34 anos mais ou menos,adorava a prazerosa descoberta dos corpos...No entanto me vejo no meus 37 anos e só isso não me basta quero a experiência e quero mais quantidade e mais e mais...Por isso que digo...depende do momento sexual da mulher.