18 de jun de 2009

Mulheres... (Choro, logo existo) by Udi



Tem coisa mais "de mulherzinha" que o ato de chorar?
Quem me conhece sabe o quanto sou (e já fui beeeem mais!) chorona.

Nos primórdios da juventude era difícil lidar com essa manifestação involuntária. Foram necessários alguns muitos anos de estrada (e divã) até conseguir lidar, de forma satisfatória, com as lágrimas escorrendo pelo meu rosto em situações completamente inusitadas!
Enfim, aprendi que chorar é bom! Mas tem que ser choro mesmo! Não vale se for "manha" de criancinha mimada.

Minhas postagens são, quase sempre, interações com outras da blogaldeia. Esta, vem especialmente em solidariedade à Avassaladora Alice, que postou aqui uma decepção imensa (só chorando prá passar) e também dialoga com o post do Flavio lá no Arguta Café (aqui), que discorre sobre os esforços femininos em se "produzir" para os meninos.

E também faço um contraponto ao meu parceirim mineiro - o gentleman ÉrreEme - que recentemente tem postado exclusivamente canções montanhesas...

Então, vamos de Itamar Assunção (no meu tempo escrevia-se assim), um paulistano da gema que junta os dois assuntos - decepções e produções femininas - de um jeito muito gostoso.


(meninas, ouçam a canção! vale a pena)

14 comentários:

rm disse...

Ei Udi,
te vi não, nega! Na mesma casa mas cada um num cômodo... rss

Olha, li o post da Ava e sei do que se trata, mas prefiro não abordar esse assunto, por enquanto. O do Flávio ainda não li.

O seu: gostei! E gostei de saber que você já foi mais chorona... rss

Como a senhorinha sabe, a turminha do lado de cá, pelo menos até a minha geração, não lida muito bem com lágrimas e choro; exatamente por identificá-los à "mulherzinhas" (aqui num sentido claramente pejorativo).

Assim, devo confessar que provavelmente ainda não cheguei às "mil lágrimas", ainda não conheci um milagre...

(Boa a música, heim?!Esse cara não era parceiro do Arrigo barnabé?)

Avassaladora disse...

..."caso de tristeza vire a mesa
coma só a sobremesa coma somente a cereja..."

Udi, tem algumas coisas que são inexplicáveis... Nossa recente amizade virtual é um delas..

Depois do Flávio, vc foi a primeira a me visitar,(turma da blogaldeia) e de lá pra cá, nossas trocas de mensagens sempre vieram carregadas de carinho...

Sou chorona por natureza... E com mais essa demonstração de amizade, vinda assim tão delicadamente acompanhada de Milágrimas, vc vai me fazer amanhecer e olhos inchados...
Não dá pra segurar amiga... O choro é inevitável!

..."mas se apesar de banal
chorar for inevitável sinta o gosto do sal do sal do sal..."


Beijos no coração!

Udi disse...

Ei parceirinho, cê tava aí quando postei? ...é isso? Aqui também, cada um num cômodo... risos!

Convenhamos, você já é o próprio milagre ;)

E o Itamar... depois de postar fiquei matutando e ocorreu-me que ele não é paulistano... só paulista. Não sei se Arrigo e ele chegaram a ser parceiros mas foram contemporâneos... tive o privilégio de ver ambos.

E as Orquídeas? Nenhum comentário (vai ver a foto no Prozac que vai te interessar)

Udi disse...

Avaaaa!
Chora mesmo, nega!
A cada mil lágrimas sai um milagre.
Beeeijos!

rm disse...

Udi,
isso mesmo, japinha loira... rss

Euzinho sou um milagre? Ah, você quer dizer que só um milagre para explicar como alguém tão desqualificado como euzinho pode arranjar tantos amigos bacanas aqui na chatosfera, né?

Vou lá falar da orquídea...

Tetê disse...

Udi,

tô aqui,
comendo minha cereja,
revirando a mesa,
procurando o guardanapo...

e tô querendo bis
.


tipo
carolina na janela...


Bjs, querida!!

CHRISTINA MONTENEGRO disse...

Prece minha para Itamar:
Choro e rio; logo fluo...

Não posso me imaginar sem ouvir Itamar...

Se e quando puder, mande algumas das músicas desse disco digitalizadas por e-mail para mim...faça essa caridade...
Só tenho em vinil, e ele não está no "soulseek" (só tem o disco dele com o Naná Vasconcellos no soulseek)...
BJS!

O Pior Homem do Mundo disse...

Para a Udi:

http://www.youtube.com/watch?v=KRVNbVeXq0M&feature=related

Tetê disse...

UDIIII!!!


vc não me respondeu
!!

hehehe

bjs

A.Tapadinhas disse...

"Quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal"

O Poeta não falou em mulheres...

Nós, também temos o direito de chorar!

Já têm um bónus - o direito de ter filhos - e ainda querem mais exclusivos?

:)

Beijo.
António

Udi disse...

Érrinho, parceirim mineiro,

cê tá querendo mais confete, nego?! Pópará (...risos!)


Tê, cê tá inspiradíssima nénão?
Poetando como nunca! ...guardanapo nada! passa a lígua (ops! ...escapou)

beijos


Chris!
vou te enviar to-dos! tá bom? Fluir!


Caro Pior,
choraria um milhão de lágrimas para que um milagre pudesse mudar as cenas do link que enviaste! É sempre bom lembrar que lágrimas femininas podem fazer diferenças importantes... lembrei das mães da praça de maio...


Tetê!
quem não chora não mama, nénão? (...risos!)


António,
aos homens é preciso ser muita "macheza"o prá ter coragem de deixar as lágrimas correrem pelo rosto! Admirável!
beijo

C. disse...

Se só a cada mil lágrimas sair um milagre, deve ser por isso ando esperando tanto tempo por um!!! hoho

Eu uso pouco as lágrimas, tento fazer com que o humor faça o papel delas... é de um gosto diferente, eu sei, mas relaxante tanto quanto.

Toda a sensibilidade está em nós!

A música é muito boa :=)

Érica Martinez disse...

pode ser um milagre sem "milágimas"?

Flavio Ferrari disse...

Também choro, com ou sem milagres. Lava a alma.