23 de ago de 2009

Posso entrar? (by Celine)


O encontro de sempre na calçada, a caminhada, os olhares, a intimidade, o destino: nosso café predileto. Acende o cigarro, coloca meu cabelo como gosta e me conta revoltas ao pé do ouvido.

Sua mão encontra minha perna entre-aberta. O caminho é fácil, porém a viagem é lenta e detalhadamente prazerosa.
Um capuccino, um suco, o encontro dos dedos em mim. Uma longa historia sangrenta enquanto dançam os dedos entre minhas pernas, fazendo de mim um salão discreto. Nessa mistura de fumaça, dança e guerra, meus pêlos se levantam nervosos, o ar corre mais rapido para dentro de mim, meus pensamentos se perdem.

Antes que eu pudesse responder à sua dança. Fecho os olhos e um beijo.
Aperto a mão dele surpresa...

...e ela em minha frente sussurra:
-Sorry, garota. Não pude resistir ao seu gemido em minha boca.



NOTA DO ADMINISTRADOR
Celine Ramos, jovem e adorável publicitária baiana, já foi objeto de uma postagem aqui mesmo. Além de colaborar em outros blogs mantém o seu Mô Blog, um espaço baianamente hot. Remelexo com pimenta...
.

15 comentários:

Celine Ramos disse...

Olá,
Obrigada, RM, pelo convite. Vou chegando e, com um texto publicado no MoBlog há um tempo, peço a permissão da COnfraria para participar desse espaço desejado.

Beeeijos

Andresa disse...

Posso entrar?, muito evolvente que nos faz chegar ao final sem respiração.

Gostei muito, uma otima semana

Andresa Araujo

Ava disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ava disse...

Celine,


Chegando...chegando.. e causando...

Tapete vermelho para voce, moça baiana, que só vem somar por aqui...

Que venha e mostre "o que que baiana tem"... rs

Com as palavras, vejo que tens o poder de seduzir e encantar...

Seja bem vinda!


Beijos e uma segunda de estréia, cheia de coisisnhas boas...



rm,

mineirim arretado...rs parabéns por sua escolha...



Tetê e Udi, meu beijo especial...

Boa semana para voces...

(Carlos Soares) disse...

"Posso entrar?". Atentemos para a pergunta. É preciso saber pedir.Gostei muito.Beijos

Udi disse...

Uau!
Elas também sabem entrar!
:)

rm disse...

Ei baianinha legítima,
depois dessa entrada acho que vai ser difícil sair. Não me lembro de ter lido esse texto ou, se li, não tive fôlego pra comentar.

Peço licença para fazer um pequemo adendo ao seu post. Seja muito bem vinda e obrigado por aceitar o convite.

A Outra disse...

Oh baiana danada, sô.

Qdo a gente se encontra, sempre esqueço de pedir um autógrafo. Um dia, um dia... rsrsrs

bjs

Daniel Savio disse...

O que importa é viver o momento...

Mesmo que pareça transcredir os conceitos do mais puritanos (não confundir com o aval para transcredir as leis)...

Fiquem com Deus, menina Celina e pessoal.
Um abraço.

Cris Animal disse...

haha
ADOREI!
Simples assim: não pude resistir ao gemido no ouvido....rsrsrsrs

Depois de mãos deslizando, pernas assim ou assim....gemido no ouvido se resistisse ...

Deixa ser fraco, deixa a resistência vencida, deixa deslizar...disse fraco? Deixa ser forte......rs


beijo para todos!

Denise disse...

Olha que coisa mais linda mais cheia de graça é ela menina que vem e que passa.
Não é de Ipanema,mas é Bahiana com certeza.
De um xingado e uma lascivia de tirar o folego.

lindo de ver e viver
(ah e ainda sabe entrar!)

Cadinho RoCo disse...

Exstem momentos que nao são feitos para resistirmos a eles.
Cadinh RoCo

Celine Ramos disse...

Gente,

Obrigada pela ótima abertura para a minha entrada =P

Andresa,
Sem respiração é um dos objetivos. Ótima Semana

AVA, tapete vermelho para as mulheres do verbo. Eu mostro o que eu tenho...

Carlos Soares, uma pergunta pode mudar tudo. rs

Udi, vc nem imagina...rsrs

RM, Entrei e gostei,vai ser dificil mesmo.

A Outra, eu que te peço, toda hora...

Daniel Savio, o que importa é estar bem a todo momento, mesmo.

Cris, como resistir? Nao consigo..rs

Denise, tem coisas que é impossível não aprender nesse calor daqui... Entrar principalmente. rsrs

Cadinho Roco, e ainda bem que nossa carne é fraca.

Bjos

Déia disse...

humm, viver o momento...aceitar o desejo...deixar acontecer...

Fantástico..

CHRISTINA MONTENEGRO disse...

Excelente texto!