4 de jul de 2009

SATURDAY NIGHT (by RM)

O dia da criação (Vinícius de Moraes)

Macho e fêmea os criou.
Gênese, 1, 27
Hoje é sábado, amanhã é domingo
A vida vem em ondas, como o mar

Os bondes andam em cima dos trilhos
E Nosso Senhor Jesus Cristo morreu na cruz para nos salvar.


Hoje é sábado, amanhã é domingo
Não há nada como o tempo para passar
Foi muita bondade de Nosso Senhor Jesus Cristo
Mas por via das dúvidas livrai-nos meu Deus de todo mal.

Hoje é sábado, amanhã é domingo
Amanhã não gosta de ver ninguém bem
Hoje é que é o dia do presente
O dia é sábado.


Impossível fugir a essa dura realidade
Neste momento todos os bares estão repletos de homens vazios
Todos os namorados estão de mãos entrelaçadas
Todos os maridos estão funcionando regularmente
Todas as mulheres estão atentas
Porque hoje é sábado.



Neste momento há um casamento
Porque hoje é sábado
Hoje há um divórcio e um violamento
Porque hoje é sábado
Há um rico que se mata
Porque hoje é sábado
Há um incesto e uma regata
Porque hoje é sábado
Há um espetáculo de gala
Porque hoje é sábado
Há uma mulher que apanha e cala
Porque hoje é sábado
Há um renovar-se de esperanças
Porque hoje é sábado
Há uma profunda discordância
Porque hoje é sábado
Há um sedutor que tomba morto
Porque hoje é sábado
Há um grande espírito-de-porco
Porque hoje é sábado
Há uma mulher que vira homem
Porque hoje é sábado
Há criançinhas que não comem
Porque hoje é sábado
Há um piquenique de políticos
Porque hoje é sábado
Há um grande acréscimo de sífilis
Porque hoje é sábado
Há um ariano e uma mulata
Porque hoje é sábado
Há uma tensão inusitada
Porque hoje é sábado
Há adolescências seminuas
Porque hoje é sábado
Há um vampiro pelas ruas
Porque hoje é sábado
Há um grande aumento no consumo
Porque hoje é sábado
Há um noivo louco de ciúmes
Porque hoje é sábado
Há um garden-party na cadeia
Porque hoje é sábado
Há uma impassível lua cheia
Porque hoje é sábado
Há damas de todas as classes
Porque hoje é sábado
Umas difíceis, outras fáceis
Porque hoje é sábado
Há um beber e um dar sem conta
Porque hoje é sábado
Há uma infeliz que vai de tonta
Porque hoje é sábado
Há um padre passeando à paisana
Porque hoje é sábado
Há um frenesi de dar banana
Porque hoje é sábado
Há a sensação angustiante
Porque hoje é sábado
De uma mulher dentro de um homem
Porque hoje é sábado
Há uma comemoração fantástica
Porque hoje é sábado
Da primeira cirurgia plástica
Porque hoje é sábado
E dando os trâmites por findos
Porque hoje é sábado
Há a perspectiva do domingo
Porque hoje é sábado


Por todas essas razões deverias ter sido riscado do Livro das Origens,
ó Sexto Dia da Criação.
De fato, depois da Ouverture do Fiat e da divisão de luzes e trevas
E depois, da separação das águas, e depois, da fecundação da terra
E depois, da gênese dos peixes e das aves e dos animais da terra
Melhor fora que o Senhor das Esferas tivesse descansado.
Na verdade, o homem não era necessário
Nem tu, mulher, ser vegetal, dona do abismo, que queres como
as plantas, imovelmente e nunca saciada
Tu que carregas no meio de ti o vórtice supremo da paixão.
Mal procedeu o Senhor em não descansar durante os dois últimos dias
Trinta séculos lutou a humanidade pela semana inglesa
Descansasse o Senhor e simplesmente não existiríamos
Seríamos talvez pólos infinitamente pequenos de partículas cósmicas
em queda invisível na
terra.
Não viveríamos da degola dos animais e da asfixia dos peixes
Não seríamos paridos em dor nem suaríamos o pão nosso de cada dia
Não sofreríamos males de amor nem desejaríamos a mulher do próximo
Não teríamos escola, serviço militar, casamento civil, imposto sobre a renda
e missa de
sétimo dia.
Seria a indizível beleza e harmonia do plano verde das terras e das
águas em núpcias
A paz e o poder maior das plantas e dos astros em colóquio
A pureza maior do instinto dos peixes, das aves e dos animais em [cópula.
Ao revés, precisamos ser lógicos, freqüentemente dogmáticos
Precisamos encarar o problema das colocações morais e estéticas
Ser sociais, cultivar hábitos, rir sem vontade e até praticar amor sem vontade
Tudo isso porque o Senhor cismou em não descansar no Sexto Dia e [sim no Sétimo
E para não ficar com as vastas mãos abanando
Resolveu fazer o homem à sua imagem e semelhança
Possivelmente, isto é, muito provavelmente
Porque era sábado.




20 comentários:

Helô Müller disse...

Caceta !! Quanta inspiração para um sábado à noite! Ainda bem que vc tb não descansou, viu RM ?! rs
Como o nosso eterno Poetinha era iluminado ...
Sabe, ao ler Vinícius fico com a certeza de que as pessoas já nascem predestinadas a deixar, ou não, os seus recados pro mundo ! E ele soube como deixar os seus, e como soube ...
Beijos de quem está por aqui num sábado insosso!
Helô

Tetê disse...

Érre,

Aqui em lágrimas... e nem estou de TPM, nem bebi (dessa vez juro que não!! ) tanto assim.

Na FM RM tocam músicas que embalam minha envelhecência tão bem comportadinha,
mas as lembranças são de um tempo lindo, lindo ( não menos prazerosos que os de agora... vai entender )...

E vc me chega com Vinícius... como senão bastasse...

Acho que Udinha tem razão quando disse que esse coração aí anda apaixonado... eternamente apaixonado, eu acrescentaria, dado aos seus motivos óbvios!!
Mas fato, que vc está "mais" sensível que costume... e sinto que reconheço essas dores (e seus amores - ou dissabores?) em tons de cor de rosa... bem rosinha...

Ai... tá valendo cascudo, eu sei... vai ver o vinho já refaz seu efeito alcóolico sobre mim (e aí fica feio mesmo!!)..


Deixa eu curtir isso aqui mais um pouco...
Reler Vinícius (quantas vezes necessárias à in-compreensão racional)...
Deixa ser i-racional pelo menos uma vez na vida...


E dessa faço questão... me rendo...
Vc é mesmo um cavalheiro e nada de ficar nos 50%... Avinha que o diga!


Beijo pro cê!!

Ava disse...

"Não sei dizer o que mudou
Mas, nada está igual..."


Gosto de ver a sensibilidade que vc demonstra aqui no RM NO VERBO... Nós, suas leitoras/seguidoras agradecemos...


" Não importa por quem os sinos dobram..."



"A arte de um guerreiro
é equilibrar
o terror de ser homem
com a maravilha
de ser homem"

Carlos Castañeda


Porque hoje é domingo...


Beijos!

rm disse...

Ei Helô,
esse poema do Vinícius é bastante manjado, mas aposto que as pessoas só conhecem o trecho que foi gravado num famoso show. Eu acho que merece ser lido na íntegra...
Thanks, querida, sábados melhores virão!

Ei Tê,
gostou das musiquinhas?
Eu sou um beatlemaníaco assumido e pouca gente sabe que a E.L.O. é um filhote direto dos 4 sacaninhas de Liverpool...
Não contesto nem confirmo nada que a prezada parceira atribuiu a minzinho. Antes pelo contrário... rss

Ei Ava,
pero no mucho, né nega? Esse negócio de sensibilidade e "maravilha de ser homem"... sei não! rss
E amanhã: segundona!

Tetê disse...

ÉErrrRRRREE!!

assume, assume!!

Bjuss de bom restinho de bom domingo!
Uffaaaaaaa!

Inda!

rm disse...

Ué, Tê!

Já assumi: sou beatlemaníaco desde criancinha... rss

Blue disse...

Retribuindo visitas e os vários comentários. Adorei!
Estou linkando, voltarei com mais tempo, pois vi que aqui terei prazer... em ler.

Beijos

Tetê disse...

Érre,

saudade de umas coisas...
de uma pessoa...
saudade de um tempo bom demais...

e passando aqui
e ouvindo aqui a música...

a música.

bj

rm disse...

Blue,
bem vinda!
Imagino que o recado seja pra Tê ou pra Udi. Agradeço por elas...

Tê,
tempo bão, heim nega?

Tetê disse...

ÉrreEE!

bão, bão, bão, não... mas era bão simmmmm


rsss

ToXico disse...

Tetê, não me lembro onde é que vi a imagem que me trouxe do teu outro blogue até este aqui mas parece-me que foi num blogue qualquer meio obscuro que pouca gente sabe que existe, heheheehhe

Udi disse...

E isso tudo desperta uma sensação de querer pegar no colo, proteger e ninar...

vai Érre! pode zombar e fazer graça à vontade que eu não ligo... ;)

Ava disse...

rm...rsrsrs

Tá bom...

Vc pode ficar com o "terror de ser homem"...rsrs



Meu querido,brinco muito, mas não posso deixar de te falar o quanto está bonita essa sua postagem


Olha que corações sensíveis e românticos dão uma "baqueada"...rs

Bjs

rm disse...

Udi,
euzinho, zombar? Longe de mim... rss
Cafuné também ou só colo?

Ava,
pode ficar com nenhum, pode? rss
Ah sim, ainda morro disso...

°•~ ∂ąnnι °•~ disse...

RM,

A Tetê me recomendou seu blog. Ela disse que é bom. Quanta modesta, (desta minha amiga)pq é excelente!

Adorei!

Estarei sempre por aqui...

Bjs!


Danni



=)

Ava disse...

Incrível como vc sempre acha uma saída...rsrsrs

Pode, né...rsrss

Vc pode tudo...pedindo assim tão docemente...rsrss

rm disse...

Danni,
bem vinda! E o prazer é meu...

Ava,
tudinho? Olha lá, heim? rss

Franzé Oliveira disse...

Hoje é Terça e tudo que li pode e concerteza está acontecendo agora. É relativo o tempo. Tudo é agora. Tudo é já. Temos tempo para esperar o sábado? Alguém disse: quem sabe faz a hora... pq esperar acontecer?

Um abraço.

rm disse...

Franzé,
bem vindo.
Bem, sou um cara meio avesso a convenções. Os dias, para mim, são todos iguais. Mas o aspecto simbólico dos sábados, como ressalta o poeta, é fato, não?

Ava disse...

rm...rsrss

Vc e suas perguntas/respostas capciosas...rs

Quanto mais falo mais me complico...rs


Beijos!