10 de jul de 2009

ses de mim... (by Tetê)



e todas às vezes que o amor se fez...

e se fez por uma frase, ou uma carta,
ou pelo toque e pelo cheiro
da pele que molha e umedece,
escorre...

e que o prazer chegou...
e se você me deixou ser um pouco sua...

e se senti a dor de ser
e a dor de ter...

e se agora
sentindo no corpo sua ausência
e na alma a certeza de que
passou...

e se você errou
e se eu errei...

se o amor não se fez
se a dor prevaleceu...

e se tudo no agora
é só saudade...

e se não corto os pulsos
e se quero esse cheiro
não seu, mas meu...

e se no sonho ainda
busco você
e se você não chega...

e se brigo, se xingo,
se grito
eu ainda escorro...

de desejo ou de dor

e se você não lê
e se você não vê

e se você não vem
e se eu não vou...

e se eu ligo
e você não atende

se eu digo vem
e se você não vem...

e se você ignora

e se odeio
a cor de hipóteses

e se o encontro não se faz...
eu renasço em mim a esperança de um novo dia
.
.
NOTA DO ADMINISTRADOR DO BLOG
Uma especialíssima leitora desse blog, que atende pela graça de Ava, pediu-me que sugerisse uma música para a postagem da Tê. Vou tomar a liberdade de fazê-lo aqui junto ao texto, sujeito, naturalmente, à concordância da autora...
A música chama-se E se; composição de Francis Hime com letra de Chico Buarque.

Francis Hime - E Se


21 comentários:

Blue disse...

Se os "ses" e os "quase" falassem... quanta coisa teriam a nos dizer!

Bom final de semana. Beijos

Helô Müller disse...

E de "ses" a gente vai seguindo viagem ...
E que venham muitos outros ainda, né Tetê ?! rs
Como sempre amei suas palavras !
( quanto a ser de menina, faz sentido, afinal quando nos apaixonamos viramos meninas ... e isto é bom, muito bom ! rs)
Helô, menininha do tamanho de um botão !! rs

Helô Müller disse...

Aliás vc não falou de "menina" e sim de "boba" .... tá bão então: "menina
boba", e tenho dito !!!rs

rm disse...

Ei Tê,
não vou fingir espanto: já tinha lido antes de ser publicado, por uma cortesia sua.

Como lhe falei, gostei bastante. Acho que diz alguma coisa às mulheres e, claro, aos homens. E, a cada dia, parece melhorar sua forma de dizê-lo.

Preciso contar um "segredo": desde que você passou a colaborar aqui; o número de hits a esse bloguinho mais que dobrou... Parabéns!

Luna Sanchez disse...

Querida Tetê,

As coisas seriam tão monótonas se tudo fosse apenas certeza, não é?

♪ "A dúvida é o preço da pureza" ♫, já dizia a canção.

* Estou adorando essas tuas inspirações, sabia? =)

Beijos mil.

ℓυηα

gabrielle disse...

desde que se renasça a cada "se"...

"Ninguém te ensinou, mas no fundo tu sentes asas p’ra voar,
Nem que o céu se tolde, e as nuvens te impeçam, tu não vais parar.
Há gente vivendo, tranquila e contente, como eu já vivi,
És águia diferente, céu azul cinzento, foi feito p’ra ti."

beijinho de gaivota (perdida)

Thiago Maia disse...

Esse tanto de 'se'... Ainda bem que ele é presente frequentemente na vida, sem eles a mesma não teria a menor graça...

E SE nada der certo, não se preocupe, como diria Charles Chaplin: se nem deu certo é porque nem chegou ao fim.

Recomece, ouse, tente... CONSIGA, COMEMORE, GRITE!!!!

Ava disse...

Pelo se...e pelo se...

Vou aprender braile em japones!

Né, Udi? rs


Tetê, Vc tirou as palavras para dançar, como diria um amigo querido...

Ao som de uma linda música elas bailam guiadas pelas pontas de seus dedos...

Pieguices a parte, adorei!


Beijos!

Ava disse...

Ah! rm, música é com voce...

Qual seria sua sugestão para o baile de palavras da Tetê?

Sei que disso vc entende...rss


Bjs

©tossan disse...

Não importa, parte pra outra...Dê amor para quem te quer e te merece, talvez do seu lado...E vc nem nota. Beijo

Olavo disse...

Todos os "ses" que ando dizendo..

Bom final de semana

beijos

rm disse...

Ei Ava,
foi elogio, né? rss

Vou colocar música no post, a não ser que a Tê ache ruim...

Tetê disse...

Érre!!

Agradecendo a gracinha de música que vc deixou!


Blue,
às vezes eles falam, outras vezes,
não...
às vezes eles gritam, até,
outras vezes...
é só a palavra contida,
que me rasga como um punhal,
e se não faço disso, meu grito,
ou meu pedido de socorro,
tenho a impressão que vou morrer sufocada.
e morro mesmo!


Hellô,
de ses que se formam
e que tento desesperadamente me livrar deles.


Luna,
meus "ses" ainda me matam,
porque odeio todos eles!! Rsss


Gabi,
sei que vc não está tão perdida assim, mas também sei da beleza que é ser gaivota.


Thiago,
"se" nada der certo...
ainda assim, obrigada!


Avinha,

e depois,
danço sozinha...

se me entende!!
Rsss


Tossan
quem achou quem?
quem nasceu primeiro?
o ovo ou a galinha!
qual a diferença que isso faz?
comemos os ovos então!!
o que significa dizer, que seu carinho é mesmo
bem especial.


Olavo,
meus "ses" se confundem, né?
ou se contradizem?
não sei,
e se penso...


Ava,

minha palavras podem até dançar,
mas sozinhas, ao som surdo de uma triste sinfonia, assim como eu.
E sua sugestão ao Érre!! foi um achado!!



ÉEErrrEEE!
ainda te devo uma resposta,
mas volto daqui a pouco!



Beijussssss

°•~ ∂ąnnι °•~ disse...

Tetê...

Quanta inspiração...

E assim, o amor se faz... De algum jeito, se faz.

É a única certeza.

Bjs!

=)

Udi disse...

O melhor de tudo é que você não perde o pique! Nunca!
O versos finais são de uma força da qual poucas mulheres têm consciência.
Como disse o parceirim: um belo recado!

beijos!

Tetê disse...

Danni,
isso não é amor,
é perdição!


Udi!!
pique?!
vencida... na reta final!


bjus!!

Márcia Justiniano disse...

Amor e sonho
Cheiro e desejo
Umedece e escorre
Prazer e dor
Hipóteses e certezas
Saudade e ausência
Sua, meu
Brigo e ignoro
Errar na esperança de renascer!

Te gosto muito Tê.
Bj no coração

KrystalDiVerso disse...

Madre Teresa Amava os pobres, Madre Teresa Amava a... Pobreza!... Não deixava de SEr Teresa, nem deixava que a pobreza deixassse de SEr... pobreza!... Tudo por Amor!... Faria toda a diferença SE... ainda que a pobreza SE... outra Madre Teresa amaria a pobreza e a pobreza, em nome de Madre Teresa, congregaria toda a pobreza para que, pela pobreza, fosSE dado a conhecer o sacrfício de qualquer outra Madre Teresa!... Admirável SE...
SE... nada corresponde ao SE!... SE... admirável hipóteSE SEm passado, tão admirável quanto unilateralidade de uma verdade... falsa!... SE!... SEmpre preSEnte em forma de sonho que abstrai, que deixa construir a segunda via de uma terceira que não existindo, poderá extinguir-SE!... Não é SEguro que aconteça e o mais certo é mesmo o SE, de entre todas os deSEjos SEmpre alentados na terceira via do deSESpero que pode não o SEr!... DeSESpero é um verdadeiro candelabro pendente onde um grande número de admiráveis SEs brilham intensamente sobre a vontade da Luz do Sol!... DeSESpero, palavra onde o "SE" SE completa com SEgundo "S" da terceira via, fechando-a, obrigando a um retorno que, passando pelo "E", de não SEr, regressa à origem do deSEjo do primeiro "S", aprisionando as vítimas dos admiráveis de"SES"peros!...
Talvez os "SEs" SEjam o que são SEm que o SEjam; Se assim for... SErão SEs SEm SEntido, ainda que admirávelmente SEntidos!...
Madre Teresa SE não amasSE a pobreza não SEria essa Teresa; SEria simplesmente Teresa!...
Se...

Escolha entre... beijos e abraços

Ava disse...

rm, claro que foi um elogio...

Sou sua fã de carteirinha...rs

Maravilhosamente linda a música escolhida por voce!



Tetê, a gente tem muito mais liberdade ao dançar sozinha... Podemos ensaiar os passos que quisermos, sem o risco de levar "pisões" nos pés...

Se é que me entende...rs



Tê, o post é seu, mas não resisti a beleza do comentário do Krystal...


"DeSESpero é um verdadeiro candelabro pendente onde um grande número de admiráveis SEs brilham intensamente sobre a vontade da Luz do Sol!"...

Parabéns Krystal, pela sua sensibilidade...

Nicole Louise disse...

Se todos escrevessem "ses" como você... :-X

TetÊ disse...

RM, obrigadA!




















Тєтê
.......ям иσ νєявσ