30 de ago de 2009

SUPERSTAR (by RM)


Tempos atrás havia criado uma série, no bloguinho dos venenos, com postagens sobre cantoras de cujas vozes gosto muito, mas que não raro são pouco conhecidas (quem quiser conhecer clique aqui ou no label "a dona da voz", no referido bloguinho). Mas creio que este espaço talvez seja mais adequado.

Reinicio, pois, a série aqui, com a cantora americana Yvonne Elliman (aqui o site oficial e aqui para uma biografia resumida). Nascida, como o atual presidente americano, no Hawaí, começou sua carreira artística em Londres, foi backing vocalist de Eric Clapton e estourou na Broadway com o musical Jesus Christ Superstar. Um pouco mais tarde emplacou novo hit, na época da chamada disco music. Interrompeu a carreira para cuidar da família e só voltou à cena artística em 2004.

Segue a lista com seus dois maiores sucessos: If I Can't Have You (B. Gibb/R. Gibb/M. Gibb), 1977, escrita pelos irmãos Gibb, dos Bee Gees; e, I Don't Know How to Love Him (A. L. Webber/T. Rice), 1971, do famoso musical, em tocante e definitiva interpretação.

PS: claro que o novo label está à disposição das co-autoras desse bloguinho, sem restrição ou patrulhamento (mas se alguém postar a Ivete Sangalo é também claro que vou opinar a respeito... rss)



.

18 comentários:

AJAX disse...

Pouca gente sabe quem é! bom gosto!
Te espero no "seguidores" ? blog:
www.ajax-noticias.blogspot.com
www.ajax-pucci.blogspot.com

tks,
ÁJAX

rm disse...

AJAX,
bem vindo. Agradeço o simpático comentário.

Luna Sanchez disse...

Voz bonita e quente. Gostei.

Aproveitei os links, e fui ler sobre ela, ver umas fotos...tem um jeitinho sossegado, parece sem pressa. Rs

Beijo, RM.

ℓυηα

Ava disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ava disse...

rm,

Difífil não gostar de suas escolhas.
Não conhecia, mas ja ouvi e percebi que é dona de uma linda voz...

Deve continur sim, com "a dona da voz". É uma excelente idéia, e voce, com seu bom gosto musical, vai nos trazer verdadeiras pérolas.


Beijos

rm disse...

Luna,
sim, parece que ela é "baiana" de Honolulu... rss

Ava,
muito obrigado, querida, mas eu errei o label. Para diferenciar os blogs resolvi chamar a série aqui de "vozes femininas". Vou corrigir...

(Carlos Soares) disse...

Que bom. Uma pequena, mas sustancial aula de música.Parabéns

rm disse...

Carlos Soares,
agradeço o simpático comentário...

Ricardo Calmon disse...

Vivendo e aprendendo siempre,em blohgs afinados com a vida e o amor!Belo e conciso!Curto e doce!
Acerca de comentário seu em blog meu,perceba,amada amiga,el tango,nada mais é,que ópera em cadencia portenha popular,simplesmente ÓPERA!VIVA A VIDA!

Flávia Diniz. disse...

Olá querida!
Que bom que gostou.
Seus blog também são bem legais.
Estou te seguindo.


Beijos e tenha uma ótima semana ;*

Pensador disse...

RM, boa música é sempre bem vinda. Espero que o label tenha sempre muitas postagens.
Beijo.

rm disse...

Ricardo Calmon,
bem vindo. Agradeço o simpático comentário, mas tenho a impressão de que você me confundiu com alguma das co-autoras desse blog. Suspeito que talvez tenha que mudar as lentes do óculos... rss

Flávia Diniz,
bem vinda! Tenho impressão que ocorreu-lhe o mesmo problema do Ricardo Calmon, embora não pareça que você use óculos... rss

Pensador,
agradeço a simpática participação, mas você não quer mandar só um abraço, não? Eu, heim? rss

udi disse...

Parceirim sempre com novidades!
Novidades do milênio passado melhor ainda!
Vou ouvir com mais calma e acessar o site da moça prá comentar com mais cuidado. Anyway, thanks pela dica!
:)

rm disse...

Ei parceirinha,
você não se lembra dessa música? No puedo creer... rss

Ava disse...

Esse é o problema, de ser um bendito e o fruto entre as mulheres...rs

Algumas confusões, com nomes...rs


Mas imagino que a satisfação compense...rsrsrs

Beijos...

rm disse...

Ò se compensa, Avinha! rss

Udi disse...

A conexão tá horrível! Terei que ouvir em outro momento.
Tem certeza que eu deveria mesmo lembrar da música? ...será que era do meu tempo?! ...risos!
;)

rm disse...

Claro que não, querida (rss).

Mas tenho certeza que, apenas pelo fato de ser muito culta, antenada e bem informada, sabe que o musical fez grande sucesso no teatro e no cinema no início dos anos 70...