31 de ago de 2009

N O C A U T E! ( By Ava )




Luto,



contra o luto ,



que me invade...



* Melancolia, tristeza; sentimentos que nos tomam de assalto ao menor descuido, e nos faz reféns...



* Angústia, frente a tantas impossibilidades...


PS: Apenas sentimentos aleatórios em um final de tarde, de uma segunda-feira...










.

18 comentários:

Pensador disse...

As segundas-feiras têm suas vantagens, também.
Entre as quais, nos permitirmos um pouco de meditação. E nos darmos o direito a um pouco de "marcha lenta", para nos recuperarmos de eventuais excessos do final de semana.
Mas, para mim, a maior vantagem é que as horas parecem passar mais rapidamente.
Beijo!

Luna Sanchez disse...

É?

Eu não luto, não...tenho o hábito de querer entender, perceber a profundidade de todos os sentimentos que chegam, sejam bons ou ruins.

Parece que se, diferentemente disso, eu tentasse apenas combater os maus, deixaria de receber muitas das mensagens subliminares que a vida me envia.

Deixo fluir, sinto. Não me entrego por completo, mas sinto, sim.

Beijos, Ava. Dois.

ℓυηα

Blue disse...

Levante, sacode a poeira e vamos dançar, que o baile continua. Que que é isso, jogar toalha! Nunca! Jamais!
Nesta veias corre muito sangue ainda............

Beijos

Celine Ramos disse...

Uma segunda feira que também é o fim do mês - :O

Flor, vista uma roupa colorida, saia desse luto. Nem crie novos. Vamos fazer samba e amor...até mais tarde.

Bjo

Francisco disse...

Porque será que alguns sentimentos aleatórios de uma segunda feira, continuam na terça, quarta... rsrs!
Ah, Avinha! O luto que a gente luta, é uma luta fdp!!!rs
Beijãozão!

rm disse...

Um, dois, três, quatro... Vai levantar, não? rss

Agora falando sério: acho que estás só fazendo que canta, a todos nós com o que escreves encanta, a admiração que provocas é quanta...

Déia disse...

Nossa! Que forte!

Ja refletiu sobre? Pegou o que te serve?

Jogou fora o que não presta?

Agora a escolha é sua... se fortalecer e levantar.. ou continuar exatamente onde está!

Respire fundo, enxugue as lágrimas e vá a luta!

bjs

Cris Animal disse...

ow ow.....Ava, apenas sentiemntos soltos, né?

O próximo passo está sempre a nossa frente e isso é o melhor: seguir!

beijo grande

Cleo disse...

Final de tarde sempre corre uma certa descrença, angústia inexplicável às vezes.
Forte, lindo, mas que seja só um escrito.
Beijos com carinho e uma semana de muita cor prá ti.
Cleo

Cristina e Márcia disse...

Oi, Ava
Lindo o "Luto contra o luto" do seu "Nocaute"!
E a rosa negra parece ter sido feita para o "Eu te amo" do Chico..., que conclui primorosamente o teu poema.

Essa música tem uma das letras que mais amo!!!!!!
Em determinados relacionamentos, simplesmente não dá pra partir...
"Não, acho que estás só fazendo de conta, te dei meus olhos pra tomares conta, agora conta como hei de partir..."

Beijos, Marcia

udi disse...

Se o luto pode invadir, a paz também invade.
Vai aí um pouquinho de tranquilidade.
beijos

Ava disse...

rm, já levantei...rs

Posso cambalear, cair jamais...rs

Gostei do trocadilho... Acho que foi um elogio...rs



* Quanta a versão alternativa, claro que vale... ficou ótimo!

Depois ainda posto aqui...rs

Tudo feito a quatro mãos fica melhor...rs

Besos!

Andresa disse...

è amiga, segunda feira é brava.....
Nocaute na certa!

Mas hoje ja é quarta, e logo ja vem a sexta e a inpiração começa novamente.

Um abraço

Andresa Araujo

Juliana Lima disse...

há dias ... bem há dias assim !

bjos

Denise disse...

É preciso viver o luto.....velar os mortos ,chorar até esvaziar por eles.
e ENTERRA_LOS

fica bem

paula barros disse...

Temos que lutar mesmo. E sempre senti você uma vencedora.


E aí vamos nos encontrar em BH? Chego dia 05 pelas últimas rotas que me deram.

AGuardo contato. beijo

Ava disse...

Um agradecimento especial a todos!

Desculpem não responder separadamente...

Uma semaninha de muito trabalho!




Paula, querida, te envio e-mail...


Beijos e abraços avassaladores!

Daniel Savio disse...

Aff, espero que você não se dê como presa nesta luta...

Fique com Deus, menina Ava e meninas.
Um abraço.