15 de set de 2009

(by Celine)



Entre os copos e as pernas. Nosso encontro do passado. Seu olhar de meio desejo. Meu medo de te ter pra sempre. Nossa vontade entre filas e bandejas. Sua boca mostra o meu caminho. Onde sento, você não abre o cardápio. Agora.


Houveram noites em que você quis. Dias em que minha boca completava seus olhos. Juntas.
Não me culpo por derrubar nossa bandeja. Não te culpo por me empurrar além do que meu corpo ia.

Nosso combinado ultrapassou a validade. Não houve palavra que honrasse um trato feito com os desejos. Nao te dei minha alma porque nao te servia. Mas fico agradecida pelo meu presente.
Te deixo reservado uma parte de mim. A que você menos desejou, mas a unica que você precisa. Que eu nao uso mais.

11 comentários:

rm disse...

Ei baianinha legítima,
seu texto permite tantas leituras que me perdi entre copos (ou seriam corpos?) e pernas...

(e quem disse que é preciso se achar?)

Celine Ramos disse...

Querido,

Foram muitos os copos meus, para você ter todas essas leituras. rs
Aceita um também?

- Não é preciso me achar, né?! Vou seguir assim, então...

Beeeijos

Denise disse...

Ava, querida minha,

Somos parecidas.. amamos os livros.. e eu amei teu post.
Sempre volto aqui pra te agradecer de verdade as tuas tão mimosas visitas.

Te recomendo Travessuras da menina má, de Vrags Llosa. Indetificação profunda com a tal "menina".

bju amada, dos Pampas Gaúchos

rm disse...

Claro que é preciso achar você. Mesmo que para isso tenha(mos) que se(nos) perder...

rss

Pensador disse...

De fato, muitas leituras é pouco a se dizer... Haja imaginação... rsrs

Ava disse...

Menina, não existe combinado em meio a esse turbirlhão de sensaçôes e desejos...

Um misto de amor e dor que ultrapassa, em alguns momentos, qualquer razão possível...

Belo texto!!!


Beijos!

Ava disse...

Celine, pedindo licença para responder a querida Denise...


Denise, minha querida, uma confusãozinha com a autora do post...rs

Isso sempre acontece, já que aqui somos várias colaboradoras, que junto com o rm, damos o tom a esse espaço...

Vou procurar o livro que me indicaste... Não lí ainda...

Vc é sempre benvinda!


Beijos, das Gerais!

(Carlos Soares) disse...

Noossa!Que lindo isso,viu? Você foi literalmente ao ápice.Beijos

Udi disse...

Uau!
Quando eu crescer também quero descobrir uma parte de mim que eu não uso mais.
Arrasou, Celine!
beijos

Luna Sanchez disse...

Puxa, todas as partes de mim estão ocupadas, em pleno uso...será que posso reservar algumas, mesmo assim, pra alguém?

Gostei do texto, Celine. Direto e reto.

Beijo,

ℓυηα

Daniel Savio disse...

Não sei é a idéia, mas dá a entender que é o fim do namoro, ou de algo mais intimo...

Fiquem com Deus, menina Celine e pessoal.
Um abraço.